Cidade e Região

Augusto Olímpio é sepultado em Teófilo Otôni

Publicado em

O senhor Augusto Olímpio Schroeder Porto (“Gutinho”) foi sepultado no Cemitério Municipal de Teófilo Otôni, às 16:40h do último sábado (18/06/22). Seu falecimento dera-se na manhã do mesmo dia.
Em Teófilo Otôni, ele foi comerciante no ramo de restaurantes (deteve, por muitos anos, o “Le Chateau”, a mais tradicional casa do setor na época) e representante comercial de carnes e embutidos. Pessoa conhecidíssima na cidade, somou, ao longo da vida, dezenas de amigos, graças à sua personalidade altamente agradável. Soube ser amigo e companheiro em todos os momentos.
Augusto Olímpio nascera em Teófilo Otôni em 5 de maio de 1944, filho de Augusto Ottoni Porto e Alzira Schroeder Porto, de tradicionais famílias da região.
O falecido deixa a viúva advogada Regina Magalhães Porto, os filhos Fabrício de Magalhães Porto (engenheiro da Embraer) e Luciana de Magalhães Porto (professora), a nora Dilza Pereira da Silva Porto e os netos Isabela, Samuel, Saulo e Artur. Deixa, ainda, os irmãos Evandro, Reinaldo, Rogério, Vera, Luiz e Paulo Roberto.
O passamento de Augusto Olímpio deu-se em sua residência (Bairro do Marajoara), onde tratava de um carcinoma hepático. Sofreu, ainda, uma disfagia gravíssima, com bloqueio da entrada do esôfago, o que o impedia de engolir até mesmo a saliva. Ao falecer, contava 50 quilos a menos de seu peso normal.
Ao “Gutinho”, a despedida de seus amigos sinceros. Fica a lembrança de um homem queridíssimo em todas as rodas do município de Teófilo Otôni. À Família enlutada, a certeza de que Deus o abraçou em sua morada eterna. (Texto: DIÁRIO do MUCURI – Foto fornecida pela Família de Augusto Olímpio)

Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Visitadas

Topo