Esportes

Autorização de tombamento torna leilão de Estádio do América sem sentido

Publicado em

O leilão do Estádio do América de Teófilo Otôni corre o risco de não acontecer, em virtude de recente lei aprovada pela Câmara Municipal de autoria do presidente da casa, vereador Filipe Costa.  O novo dispositivo modifica a lei 7.341, de 06/12/2018, e autoriza o Poder Público Municipal a providenciar o tombamento do Estádio Nassri Mattar, bem como a sede social.

O leilão se destinaria à arrecadação de fundos para pagamento de indenizações a jogadores de futebol que passaram pelo clube e, em pouco tempo, conseguiram o direito a consideráveis verbas amparadas pela legislação trabalhista inviabilizadora de milhares de empreendimentos no país.

Ainda que a atual administração municipal não execute o tombamento de imediato, ele estará sempre pairando sobre os dois imóveis, desvalorizando-os no mercado imobiliário e reduzindo praticamente a zero o interesse dos investidores no setor. Acaba-se a possibilidade de ser loteado ou receber construções de casas e prédios.

Com relação somente à sede social, ainda que os advogados do clube não consigam reverter o leilão realizado, o tombamento resultará em inútil o investimento feito pelo arrematante na última semana, a menos que ele se disponha a manter o prédio e instalações imutáveis e o explore para a realização de festas.

Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Visitadas

Topo