Política

Auxílio-alimentação: juízes comem mais que Pantagruel de Rabelais

Publicado em
Pantagruel, de Rabelais. Comendo demais

Em mais uma situação imoral, juízes estaduais de 24 dos 26 Estados brasileiros mais o Distrito Federal recebem mensalmente um vale-refeição superior a R$ 1 mil. No pobre Estado de Pernambuco, os magistrados se empanturram com R$ 4.787,00 (4,8 vezes o salário mínimo). Somente o Rio Grande do Sul, o Maranhão e o Paraná pagam R$ 910 mensais.

Os julgadores brasileiros são tão gulosos, que se utilizam de verbas públicas para comer mais do que a maioria da população brasileira consome em todas as suas despesas mensais. São verdadeiros pantagrueis. E eles mesmos é que decidem quanto vão ganhar em cada um dos auxílios os mais diversos, sem que os governos estaduais possam se negar a pagar, mesmo que não haja verba orçamentária prevista. Têm que pagar!!!

“Os juízes perderam a compostura e esqueceram o que significa uma nação. Deveriam fazer a lei valer para todos, mas burlam a norma para obter benefícios próprios” – diz o deputado Rubens Bueno. E acrescenta: “É um escândalo.”

Dados oficiais mostram que os juízes – uma casta superior intocável e gerada no Brasil – têm sálario médio de R$ 43.437,00 com auxílios de toda ordem. E, se a situação não for corrigida (como não deverá ser), eles poderão passar a exigir auxílio- futebol, auxílio-praia, auxilio-verão-Europa, auxílio-sorvete, auxílio ginseng coreano, auxíliio-viagra, auxílio-camisinha, auxílio-açaí, auxílio-automóvel Pinifarina etc., tudo pago com dinheiro dos explorados escravos e miseráveis brasileiros. (Foto: Fotos Públicas )

Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Visitadas

Topo