Economia

Cai 0,2% a procura do consumidor por crédito

Publicado em

O Indicador de Demanda do Consumidor por Crédito da Serasa Experian revelou que a busca por recursos financeiros teve leve queda de 0,2% no comparativo entre agosto deste ano e o mês anterior, que registrara altas expressivas. Todas as faixas de renda mensal marcaram baixa, exceto a das pessoas que recebem de R$ 500 a 1.000, ainda assim, essas revelaram crescimento de apenas 0,3%.
O economista Luiz Rabi, da Serasa Experian, diz que a oscilação não caracteriza uma reversão de tendência na expansão da procura por crédito que vinha ocorrendo até então. Contudo “o reflexo da inflação, que vem encarecendo a vida dos consumidores, gera um sentimento de incerteza momentâneo que afeta a decisão das pessoas na hora da tomada de crédito. Além disso, os níveis de desemprego no país seguem altos, o que contribui para essa insegurança financeira e deixa a população menos disposta para adquirir novas dívidas que não sejam essenciais”.
O levantamento aponta aumento apenas para a regiões Sul (2,1%) e Centro Oeste (0,4%). Com baixas, estão: Nordeste (-0,3%), Sudeste (-0,5%) e Norte (-3,3%).
Na comparação entre agosto de 2021 e o mesmo período do ano anterior, houve aumento de 24,5% na busca por crédito, com destaque para os consumidores que recebem até R$ 500 por mês (35,5%). Todas as regiões brasileiras tiveram crescimento, sendo que o mais expressivo ficou com o Nordeste (36,2%). (Fonte: Serasa Experian – Foto: Pixabay)

Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Visitadas

Topo