Brasil

Certidões eletrônicas crescem 162%

Publicado em

Com a pandemia do Covid-19, houve um aumento de 162% nas solicitações de segundas vias de certidões de óbitos, nascimentos e casamentos por meio eletrônico. Os documentos são necessários para diversos fins, como sepultamento de um corpo, concessão de benefício do INSS, compra e venda de imóveis, entrada em inventários, separações, divórcios, inclusão em planos de saúde e atendimentos em hospitais, e podem ser solicitados em www.registrocivil.org.br .

Em março de 2020, quando se iniciou a pandemia, os pedidos eram de 18.090; em fevereiro deste ano, subiram para 42.087. Na comparação entre os últimos dois meses de fevereiro, o aumento foi de 145%, ao passo que na comparação entre os meses de março, o crescimento foi de 116%. Enquanto que o mês de março de 2019 totalizou 8.595 pedidos, março de 2020 contabilizou 18.090, e março de 2021, 39.135.

As certidões eletrônicas hoje são as mais solicitadas. Em 2020 foram 235.885, enquanto as pedidas em papel totalizaram 104.410. Já nos primeiros três meses deste ano, as certidões digitais já somam 79.898 frente às 39.680 em papel. Na comparação com março do ano passado, as certidões digitais cresceram 116%, enquanto as certidões em papel aumentaram 121,9%, passando de 5064 para 11.239. (Fonte: Arpen – Foto: Cartório no Brasil )

Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Visitadas

Topo