Política

Código da Vida, ou “Você é um juiz de merda”

Publicado em
Celso de Mello seria um “juiz de merda”? (Foto: Pragmatismo Político)

Em seu livro “Código da Vida”, Saulo Ramos, que foi consultor jurídico e ministro da Justiça do governo José Sarney, narra um diálogo, via telefone, com o ministro Celso de Melo, do Supremo Tribunal Federal – STF -, em que o chama de “juiz de merda”. Celso de Melo fora indicado para o STF pelo próprio Saulo Ramos. O episódio, já bastante divulgado, voltou à tona com um vídeo de Leda Nagle nas redes sociais.

Tratou-se do julgamento da impugnação da possibilidade do ex-presidente “continuar mamando nas tetas” do Poder, já que era candidato a senador pelo Amapá, onde nunca residira. E Celso de Melo votou pela impugnação da candidatura. Após a votação, telefonou imediatamente para Saulo Ramos, pois temia represálias deste e do ex-presidente.

O diálogo é o seguinte:

CELSO DE MELO

– Dr. Saulo, o senhor deve ter estranhando meu voto no caso do presidente.

SAULO RAMOS

– Claro, o que que deu em você?

CELSO DE MELO

– É que a Folha de São Paulo, na véspera da votação, noticiou a afirmação de que o presidente Sarney tinha os votos certos dos ministros que enumerou, e citou meu nome como um deles. Quando chegou a minha vez de votar, o presidente já estava vitorioso pelo número de votos a seu favor. Não precisava mais do meu. Então, votei contra, para desmentir a Folha de São Paulo. Mas fique tranquilo. Se meu voto fosse decisivo, eu teria votado a favor do presidente.

SAULO RAMOS (depois de dizer que não acreditava no que ouvira)

– Espere um pouco. Deixe-me ver se compreendi bem. Você votou contra o Sarney porque a Folha de São Paulo disse que você votaria a favor?

CELSO DE MEO

Sim.

SAULO RAMOS

E se o Sarney já não tivesse ganhado quando chegou a sua vez de votar, neste caso você votaria a favor dele?

CELSODE MELO

Exatamente. O senhor entendeu?

SAULO RAMOS

Entendi. Entendi que você é um juiz de merda.

No livro, Saulo Ramos diz: “Bati o telefone e nunca mais falei com ele.”

Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Visitadas

Topo