Saúde e Beleza

Coronavírus: Nordeste de Minas é a única macrorregião vermelha

Publicado em
Região de Teófilo Otôni “no vermelho”

Apenas a Macrorregião Nordeste de Minas Gerais (onde se encontra Teófilo Otôni) continua na Faixa Vermelha do mapa do Estado em decorrência do Coronavírus. Esta faixa é a de mais restrições paraabertura socioeconômica regional.

Deliberação publicada nesta quinta (17/09/20) pelo Comitê Executivo do Covid-19 em Minas Gerais, que mantém inalterada a situação da região, fez progredir para a onda verde na classificação do Plano Minas Consciente, instituído para a retomada das atividades no Estado, as Macrorregiões Centro-Sul e Oeste de Minas.

Com as mudanças, Minas Gerais tem agora quatro macrorregiões de saúde na onda verde. Além das duas já citadas, também Norte e Triângulo-Sul, que já estavam na zona de baixa restrição, permanecem.

Também mudaram de fase as regiões Noroeste e Triângulo-Norte, que passaram da onda vermelha para a amarela. Dela,  constam agora nove macrorregiões: Centro, Jequitinhonha, Leste, Leste-Sul, Noroeste, Sudeste, Sul, Triângulo-Norte e Vale do Aço.

Os serviços são posicionados em três ondas: vermelha (atividades essenciais, como supermercados e farmácias); amarela (não-essenciais, como comércio de vestuário e papelaria); e verde (não-essenciais com maior risco de contágio, como cinemas e academias). (Fonte: Assembleia Legislativa de Minas Gerais – Pinterest)

Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Visitadas

Topo