Cidade e Região

Diocese deTeófilo Otôni fala sobre Operação “7º Mandamento”

Publicado em

Em decorrência do episódio de ontem (02/07/20) em Teófilo Otôni Otôni-MG, quando a Operação “7º Mandamento” da Polícia Civil resultou na apreensão de documentos, computador, armas e dinheiro de um padre, a Diocese local expediu, também ontem e por meio de sua Assessoria de Imprensa, Nota Oficial nos seguintes termos:

“As dependências da Cúria Diocesana de Teófilo Otôni foram surpreendidas, no início desta manhã, pela visita da ‘Operação 7º Mandamento’ deflagrada pela Polícia Civil de Minas Gerais, a partir de investigações realizadas pela 1ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Teófilo Otôni, com apoio do GAECO, Polícia Civil e Polícia Militar de Governador Valadares, para cumprimento de mandados judiciais de busca e apreensão em vários endereços localizados em Teófilo Otôni e outras cidades da região, com o intuito de apurar supostos fatos ilícitos relacionados à disposição fraudulenta de imóveis de Institutos de Assistência Social que, de alguma maneira, estariam, ligados à Igreja Católica.

“A Diocese de Teófilo Otôni esclarece que não tem, no momento, nenhum (sic) Instituto de Assistência Social ligado diretamente à sua gestão como fora no passado, e acolhe estas investigaçções com serenidade e espírito de colaboração com a justiça, na expectativa de que se possam esclarecer dúvidas e fatos que, eventualmente, tragam sofrimento e angústia para os seus fiéis. Enquanto promotora da caridade cristã, a Diocese de Teófilo Otôni tem ciência de que ‘não se pode fazer validamente composição ou compromisso a respeito das coisas referentes ao bem público, e a respeito de outras, das quais as partes não podem dispor livremente. Tratando-se de bens eclesiásticos temporais, sempre que a matéria o exigir, observem-se as formalidades determinadas por direito para a alienação de coisas eclesiásticas’ (Cân. 1715 do Código de Direito Canônico). “Embora o momento seja emocionalmente desgastante para todos os nossos diocesanos, rezemos juntos para que a luz libertadora do Espírito de Deus – que faz novas todas as coisas – nos ajude a ‘caminhar na luz, para que a escuridão não nos alcance, pois quem caminha no escuro não sabe para onde vai’ (cf. Jo 12,35). Vivamos, pois, com segurança de fé, mais este desafio da nossa caminhada na direção da Luz!” (Fonte: Assessoria de Imprensa da Diocese de Teófilo Otôni – Foto: Facebook)

Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Visitadas

Topo