Cidade e Região

Famílias do Jequitinhonha recebem ajuda da LBV

Publicado em
Família recebe cesta de Natal

A Legião da Boa Vontade (LBV) informou que, por meio da campanha “Natal Permanente da LBV — Jesus, o Pão Nosso de Cada Dia!”, distribuiu mais de 1500 cestas de alimento para as famílias que vivem em situação de vulnerabilidade social no Vale do Jequitinhonha, em Minas Gerais.

As cidades contempladas foram: Almenara, Araçuaí, Bandeira, Jenipapo de Minas, Joaíma, Jordânia, José Gonçalves de Minas, Minas Novas, Palmópolis, Novo Cruzeiro, Rio do Prado e Rubim.

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a pobreza extrema atinge a 13,5 milhões de brasileiros. E uma das regiões com longa lista de carências no país é o Vale do Jequitinhonha. A localidade tem os menores índices de desenvolvimento do Estado, além de dispor de expectativa de vida, taxa de escolaridade e renda muito inferiores às médias nacionais.

Durante a distribuição das cestas, a secretária de assistência social da cidade de Rio Prado, Simone Ferraz, ressaltou a importância da campanha da LBV: “As famílias que foram atendidas pela LBV estão em situação de vulnerabilidade social, são extremamente carentes e passam por muitas dificuldades. É triste demais saber que essas pessoas não têm alimentos, não têm formas de ganho. O município oferece pouco trabalho, e a LBV não mede esforços; todo ano está empenhada para estar aqui. Com o alimento em casa, o Natal das famílias será cheio de realizações, vai superar as expectativas.”

Emocionada, Maria de Lourdes Alves Ferreira, de Jordânia, ressaltou: “Vocês nem imaginam a importância da cesta na vida da gente. É uma alegria imensa. Sustenta a gente, sustenta a família. Só tenho que agradecer a Deus por essa obra de caridade. Obrigada! Feliz Natal a todos os colaboradores.”

Audenísia Cássia Gama, da cidade de Jordânia, ficou comovida ao receber o presente da LBV. Na oportunidade, ela destacou: “Já passei muita dificuldade com meus filhos, passamos até fome. A criança pedir um pão, um café da manhã e não ter para dar, isso para uma mãe dói. Com a chegada da cesta, já se renova a esperança. O Natal vai ser bem melhor, muito feliz. Agradeço de coração! ”. (Fonte e foto: LBV)

Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Visitadas

Topo