Cidade e Região

Governo Federal melhora BR-367, no Jequitinhonha

Publicado em
Tratamento antipó num trecho de 21 quilômetros da BR-367, entre Chapada do Norte e Berilo

Técnica de rápida execução reduz desgaste da
superfície e elimina poeira, buracos e atoleiros

O Ministério da Infraestrutura, por meio do DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), finalizou, ao longo do mês de dezembro, os serviços de tratamento antipó em um trecho de 21 quilômetros na BR-367/MG, entre os municípios de Chapada do Norte e Berilo, no Vale do Jequitinhonha. O mesmo processo já havia sido executado na rodovia, durante 2019, entre as cidades de Minas Novas e Chapada do Norte.

A técnica é uma alternativa econômica e de rápida execução para atender regiões isoladas e desprovidas de infraestrutura. Esse tratamento acaba com a poeira, reduz o desgaste da superfície da rodovia e aumenta a resistência às águas das chuvas, eliminando buracos e atoleiros na ligação entre os três municípios e facilitando o transporte de pessoas e mercadorias pela rodovia.

“As pessoas do Vale do Jequitinhonha têm direito a receber infraestrutura como a população do resto do Brasil. Estamos cumprindo a nossa missão com Minas Gerais, melhorando a infraestrutura e a vida das pessoas, que dependem dessa rodovia e que sofrem com atoleiros anos após anos” – avalia o ministro Tarcísio Gomes de Freitas.

Na BR-367/MG, o método aplicado consiste no revestimento primário da rodovia com a utilização do cascalho existente na região, melhorado com material fresado (asfalto reciclado) e um percentual de cal. Além de atender as necessidades da comunidade, o tratamento antipó representa uma economia para os cofres públicos, pois diminui a necessidade de execução de serviços de manutenção para ao menos duas vezes ao ano. A perspectiva é de que a técnica aplicada neste segmento tenha duração de cinco anos. (Fonte e foto:

DNIT – Ministério da Infraestrutura)

Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Visitadas

Topo