Cidade e Região

Hospital Regional de T. Otôni está garantido, diz Neilando Pimenta

Publicado em
À esquerda, o deputado Neilando Pimenta; à direita, o governador Romeu Zema, durante recente visita às obras do Hospital Regional de Teófilo Otôni, que deverão ser retomadas

“Momento Histórico para Minas Gerais e Teófilo Otôni. Nosso Hospital Regional já é uma realidade!” – afirmou o deputado estadual Neilando Pimenta, a respeito da aprovação do PL 2.508/21 na Assembleia Legislativa de Minas Gerais

O deputado Neilando Pimenta enviou ao DIÁRIO do MUCURI uma manifestação de clara satisfação pela decisão tomada no Legislativo mineiro. “Com muita alegria e satisfação, em um dia histórico para Minas Gerais, Teófilo Otôni, Vales do Mucuri e Jequitinhonha, acabo de votar e aprovar em turno único, na Assembleia Legislativa, o Projeto de Lei 2.508/21, que destinará o valor de R$ 11,06 bilhões, oriundos de parte do acordo judicial firmado pelo Executivo com a Vale do Rio Doce, e irá viabilizar diversas melhorias para os nossos municípios mineiros, em destaque a retomada das obras dos hospitais regionais.  Comemoro essa entrega tão esperada, junto à população” – ressaltou.

Para o parlamentar, “a aprovação garante a retomada do nosso sonhado Hospital Regional de Teófilo Otôni. O projeto, com o orçamento, irá garantir o valor de R$ 173 milhões de reais para o término das obras e aquisição de todos os equipamentos necessários para o funcionamento do hospital”.

Prosseguindo, Neilando Pimenta afirmou:Celebro este dia muito importante. Valeu a pena a minha luta, que vem de anos, desde a doação do terreno de 40 mil m², para construção do hospital. Hoje é um dia de muita alegria para a nossa população. Nosso hospital já é uma realidade e irá salvar muitas vidas. Seguimos rumo ao início das obras e concretização deste sonho.”

EDITAL DE CONCESSÃO

O Edital de Concessão de uso do Hospital Regional já foi aberto e estará recebendo propostas até o dia 6 de agosto (2021). Os interessados devem oferecer ao SUS no mínimo 60% dos serviços que serão realizados pela unidade. Podem participar da concorrência entidades de direito privado, sem fins lucrativos e de cunho filantrópico. A concessão terá validade de 25 anos, podendo ser renovada por mais dez anos. Quem vencer, terá direito ao uso dos equipamentos e todos os bens patrimoniais da unidade. A estrutura contará com 427 leitos. A entidade filantrópica deverá prestar serviços ambulatoriais e hospitalares de assistência à saúde aos usuários do SUS, de acordo com o percentual estipulado na proposta de trabalho enviada pelo Governo de Minas.

“Deixo aqui a minha solidariedade às famílias que perderam seus entes queridos na tragédia de Brumadinho. Agradeço ao governador Romeu Zema pela inclusão do término do HR no acordo com a Vale do Rio Doce e por ter se demonstrado um grande parceiro na nossa luta. Agora, teremos um hospital que irá atender a população da nossa região” – finalizou o parlamentar. (Fonte e foto: Júnia Ramos)

Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Visitadas

Topo