Social

Luiza Brunet perde ação contra ex-companheiro

Publicado em
Parisotto e Brunet, ainda nos tempos de amor

A ex-modelo Luiza Brunet perdeu, por 3 a 0, a ação judicial que move contra seu ex-companheiro Lírio Parisotto, na busca de conseguir R$ 100 milhões da fortuna dele, avaliada em mais de R$ 4 bilhões. O pedido trata da metade do que o bilionário teria ganhado durante a convivência “como marido e mulher”, como afirma Brunet. A ex-modelo alega que viveu uma união estável com o bilionário, enquanto este contra argumenta que fora um “namoro tormentoso”.

A justiça paulista decidiu que a autora da ação nada receba e, ainda, que pague as custas judiciais.

A relação das duas personalidades teria se estendido de 2012 a 2016, e a separação ocorreu após Brunet alegar ter sido agredida por Parisotto.

AGRESSÃO

Luiza Brunet alega que, em 2016, em um hotel de Nova Iorque, onde o casal se encontrava, Parisotto a agrediu, chegando ao ponto de quebrar quatro de suas costelas com chutes, após um soco no olho. Segundo Brunet, o agressor não teria se conformado em ter sido confundido com o ex-marido dela.

O agressor foi condenado a um ano de prisão, em regime aberto, e a dois anos sob vigilância. Também teve de cumprir serviço comunitário durante 12 meses.

“Ter sido agredida por um homem, ter tido a coragem de denunciar e ajudar mulheres no Brasil e no mundo a tomar esse tipo de iniciativa, me orgulha demais. E exigir meus direitos nesse processo é algo de que não abro mão” – disse Brunet.

“Meus advogados vão recorrer da decisão do Tribunal de Justiça por não ter reconhecido a união estável com o empresário que me agrediu. A sentença não reflete as provas, e eu continuo acreditando na justiça” – disse. (Fonte: Redes Sociais – Foto Instagram)

Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Visitadas

Topo