Política

Malafaia diz que STF rasgou a Constituição – PARTE I

Publicado em
Pregador Silas Malafaia

Algumas importantes vozes estão se levantando contra o STF – Supremo Tribunal Federal -, acusando-o de desrespeitar a Contituição Federal. O mais recente repúdio vem do pregador Silas Malafaia, em vídeo gravado.

Contando com milhares de seguidores e apoiadores, Malafaia foi contundente em sua fala. Veja, a seguir, a transcrição da Parte I:

“Eu vou começar este vídeo citando a Bíblia: Hebreus 13.6. Ousemos, com confiança, dizer ‘O senhor é o meu ajudador; não temerei o que me possa fazer o homem’

Não tenho medo do diabo, que dirá de homem. Escute bem: se eu for preso pelo que vou falar aqui, vou com alegria e prazer, porque estou defendendo o meu país e a Constituição Brasileira.

Vou falar aqui de fatos gravíssimos e com a lei. O STF já está dando um golpe no Brasil. Isso, com o apoio da grande média (“mídia”) capitaneada pela Rede Globo, que quer derrubar Bolsonaro porque perdeu bilhões e bilhões de verbas milionárias da mamata do dinheiro público, e com a omissão do presidente do Senado, do presidente da Câmara, do presidente da OAB.

Então, eu começo aqui. O inquérito das fake news, esse inquérito imoral e ilegal. Vamos ver o primeiro voto, dado pelo ministro Fachin. Preste atenção ao que ele fala; de maneira sintética, a fala desse ministro:

São inadmissíveis a defesa da ditadura, a defesa do fechamento do Congresso Nacional ou a defesa do fechamento do Supremo Tribunal Federal. Não há liberdade de expressão que ampare a defesa desses atos. Quem quer que os pratique precisa saber, precisa saber que enfrentará a Justiça constitucional do seu país. Quem quer que os pratique precisa saber que este Supremo Tribunal Federal não os tolerará.’

Eu não acredito. Eu nunca pensei que iria ouvir uma asneira dessa grandeza de um ministro do STF. Quer dizer que a liberdade de expressão não tolera quem pedir o fechamento do Congresso, o fechamento do STF, quem falar a favor de golpe militar e a favor da censura…

Ué, o senhor se esqueceu do presidente da República. Significa, então, que pedir a derrubada do presidente da República é liberdade de expressão? Incentivar o assassinato do presidente, como se vê aí na redes sociais, é liberdade de expressão? Desde quando e onde o STF tem o poder de determinar as palavras de um brasileiro, para dizer se é liberdade de expressão ou se não é liberdade de expressão? Que vergonha. Que vergonha.

E outra: quer dizer, então, que o ministro Celso de Melo dizer que apoiadores de Bolsonaro são nazistas, comparar a nazistas, isso aí pode. E ele diz: “Não, isso é minha liberdade pessoal…” E agora?

Todos os 11 ministros estavam lá quando, em 2017, quebraram a Esplanada dos Ministérios, todos os 11 ministros estavam lá quando o MST invadiu o Ministério da Agricultura, todos os 11 ministros do STF estavam lá quando a casa da Cármen Lúcia foi pichada pelo PT com tinta vermelha, todos os senhores estavam aí quando, agora no dia 8, o Palácio do Planalto foi pichado com tinta vermelha.

Nem essa imprensa vagabunda, inescrupulosa, esquerdopata falou que isso é ato antidemocrático, que isso é inadmissível. E nem algum dos senhores.

Ministro Fachin, eu vou dizer o que que não é admissível. É inadmissível ver o Supremo Tribunal Federal deixar de ser guardião da Constituição, prá se tornar um tribunal de exceção. E eu começo a provar: o STF rasgou a Constituição quando instaurou o inquérito das fake news. Vamos à Constituição: “Artigo 129, inciso 1 – Atribuições do Ministério Público: promover, privativamente, ação penal publica.”

O sistema acusatório brasileiro é prerrogativa restrita do Ministério Público. Esse inquérito é imoral, ilegal, porque ele foi aberto sem que o Ministério Público participe. E a coisa gravísima, a maior aberração jurídica de todos os tempos: os ministros são vítimas, ao mesmo tempo são promotores, ao mesmo tempo fazem a diligência, ao mesmo tempo julgam. Abuso de competência. Mais uma vez a Constituição é rasgada. Quem está promovendo golpe é o STF!”

EM DECORRÊNCIA DA GRANDE EXTENSÃO DA FALA, A PARTE II (FINAL) SERÁ PUBLICADA AMANHÃ (25/06/20). (Fonte: Vídeo de Silas Malafaia – Foto: Associação Vitória em Cristo/Reprodução)

Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Visitadas

Topo