Economia

Minas tem avanço de 2,1% no setor de serviços

Publicado em
Serviços estão em alta em Minas Gerais

Em maio último, o setor de serviços em Minas Gerais apresentou avanço de 2,1% frente a abril de 2021, na série com ajuste sazonal, enquanto o Brasil também mostrou um avanço de 1,2%.

Regionalmente, 23 das 27 unidades da federação assinalaram avanço no volume de serviços em maio, na comparação com o mês imediatamente anterior.

Entre os locais que apontaram taxas positivas nesse mês, o impacto mais importante veio de São Paulo (2,5%), seguido por Bahia (8,6%), Minas Gerais (2,1%) e Distrito Federal (3,7%).

Na comparação com igual mês do ano anterior, o avanço do volume de serviços no Brasil (23,0%) foi acompanhado por 26 das 27 unidades da federação. A principal contribuição positiva ficou com São Paulo (24,6%), seguido por Rio de Janeiro (18,3%), Minas Gerais (26,9%), Rio Grande do Sul (21,2%), Santa Catarina (23,9%), Bahia (28,9%), Distrito Federal (27,0%) e Paraná (13,4%). Somente Rondônia (-0,5%) registrou resultado negativo.

No acumulado de janeiro a maio de 2021, frente a igual período do ano anterior, o crescimento do volume de serviços no Brasil (7,3%) se deu de forma disseminada entre os locais investigados, já que 26 das 27 unidades da federação também mostraram expansão na receita real de serviços. O principal impacto positivo em termos regionais ocorreu em São Paulo (7,9%), seguido por Minas Gerais (12,6%), Rio de Janeiro (4,6%) e Santa Catarina (15,6%). Para esse tipo de comparação, apenas Sergipe (-1,4%) apresentou recuo.

A variação acumulada nos últimos 12 meses, frente a igual período do ano anterior, apresentou recuo de 2,2% do volume de serviços no Brasil, sendo que 16 das 27 unidades da federação também mostraram retração na receita real de serviços. Os principais impactos negativos em termos regionais ocorreram em Sergipe (-11,2%), Rio Grande do Norte (-10,4%), Ceará (-8,4%) e Piauí (-8,2%). Minas Gerais apresentou variação positiva nos últimos 12 meses, de 1,8%. Os resultados por atividades em Minas Gerais, na comparação com o mesmo mês do ano anterior, apontam variações positivas do volume de serviços em todas as cinco atividades investigadas: outros serviços (56,9%), serviços prestados às famílias (48,0%) e transportes, serviços auxiliares ao transporte e correio (46,4%) apresentaram as maiores variações na comparação com o mesmo mês do ano anterior. (Fonte: IBGE-Unidade Minas Gerais – Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil )

Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Visitadas

Topo