Cidade e Região

Novo Cruzeiro inaugura Cejusc

Publicado em
Juíza Samira Morais, de Novo Cruzeiro

O 3º vice-presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), desembargador Newton Teixeira Carvalho, inaugurou na manhã de ontem (02/09/20) dois Centros Judiciários de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc), nas Comarcas de Novo Cruzeiro (Vale do Jequitinhonha) e de Rio Novo (Zona da Mata), a 550km e 300km de Belo Horizonte, respectivamente. A cerimônia foi realizada remotamente, por meio de videoconferência, em função da pandemia do Coronavírus.

Em Novo Cruzeiro, a diretora do fórum é a juíza Samira da Cunha Ribeiro Morais. Em Rio Novo, o juiz Raul Fernando Oliveira Rodrigues é quem dirige o fórum local.

QUINZE MIL PROCESSOS

Em Novo Cruzeiro, a juíza Samira da Cunha Ribeiro Morais salientou que o Cejusc será importante para evitar novos processos numa comarca já congestionada. Magistrada há apenas três meses, ela destacou a importância da entidade na comarca, que atualmente tem mais de 15 mil processos ativos, número considerado elevado, se comparado com a pequena população de Novo Cruzeiro, de aproximadamente 35 mil habitantes.

Ela se mostra disposta a enfrentar os desafios que a comarca apresenta, principalmente por fazer parte de uma das regiões mais pobres do País, o Vale do Jequitinhonha. Além de Novo Cruzeiro, integram a comarca as cidades de Caraí, Catuji e Itaipé. Ao todo, o foro possui aproximadamente 72 mil habitantes.

Composto pelo setores de cidadania, pré-processual e processual, o Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc) é uma unidade do Poder Judiciário voltada para o atendimento ao público e para a solução consensual de conflitos. (Fonte e foto: Assessoria de Comunicação Institucional – Ascom TJMG)

Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Visitadas

Topo