Cultura

O preconceito vai acabar?

Publicado em

Casos de racismo e outras formas de preconceito têm recebido grande destaque na imprensa e nas redes sociais. Cada vez mais, pessoas reagem com indignação quando

presenciam uma cena ou ficam sabendo de uma situação em que alguém foi vítima de preconceito. Mas o que você acha de fazer a si mesmo a pergunta: “Será que eu sou preconceituoso?”

Assim como na atual pandemia do novo coronavírus, muitos nem percebem que foram contaminados; pode ser que tenhamos dificuldade em identificar em nós alguma forma de preconceito. A tendência de julgar previamente os outros pode ter como alvo determinada raça ou nacionalidade; mas, pode se estender a pessoas que têm outra religião, gênero, condição social, idade, aparência, nível educacional ou alguma deficiência.

“Quando alguém tem um ponto de vista negativo sobre certo grupo, vai tratar as pessoas daquele grupo de maneira diferente sem sequer perceber isso.”

— David Williams, professor de Sociologia.

Pode levar tempo para se eliminar um vírus; também pode levar tempo para se livrar do preconceito. Que dicas já ajudaram muitos a vencer o preconceito?

Você pode obter as respostas na edição mais recente da revista Despertai!, que está disponível gratuitamente no site JW.ORG Clique em: Site JW.ORG. (Fonte e foto: Testemunhas de Jeová em Teófilo Otòni-MG)

Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Visitadas

Topo