Cultura

Peregrinos na primeira caminhada da Rota Caminhos Franciscanos, no Vale do Mucuri

Publicado em

Expectativa é que a reestruturação do trajeto atraia ainda mais turistas à região, contribuindo para o desenvolvimento econômico local

Um grupo de peregrinos encarou o desafio de percorrer a Rota Caminhos Franciscanos, no Vale do Mucuri, nos dias 15 e 16 últimos (04-22). O trajeto começou na Igreja de São Francisco de Assis, no Jardim das Acácias, em Teófilo Otôni-MG, e terminou na Igreja de Nossa Senhora dos Anjos, na cidade de Itambacuri.
A chegada ao Santuário emocionou os fiéis, não apenas pela conclusão do percurso de 57 km feito a pé, mas, especialmente em razão do significado da Sexta-Feira da Paixão, uma das datas mais importantes para a fé católica.
A Pastoral do Turismo de Itambacuri, criada durante o projeto de estruturação da Rota, preparou uma recepção especial aos peregrinos. Além de abraços acolhedores, cada um deles foi convidado a tocar o sino para marcar sua chegada e recebeu das mãos dos freis um certificado de conclusão da caminhada. A programação foi encerrada com uma visita ao museu da igreja, onde foi servido um café com quitandas locais.
“Foi uma experiência incrível, um percurso maravilhoso, com ótimas companhias. O acolhimento dos moradores fez toda a diferença. Já quero voltar e levar amigos e familiares” – disse o médico psiquiatra Gabriel Bessa.
A Rota Caminho Franciscanos segue com a programação da sua estruturação. O projeto está em fase de implantação de sinalizações e adoção de uma governança integrada, embora a rota já esteja apta a receber caminhantes e ciclistas.

PROJETO
Desde a criação do projeto Rota Caminhos Franciscanos, em 2019, foram realizados mapeamentos e diagnósticos do percurso. Também foram criadas a logomarca e a identidade visual da rota.
Capitaneado pelas prefeituras, paróquias locais, Sebrae Minas e outros parceiros, o projeto já soma três anos de preparação e capacitação, e tem como objetivo fomentar os turismos religioso, rural e de base comunitária no Vale do Mucuri.
Para fazer a caminhada, é necessário retirar o Passaporte do Peregrino na secretaria de uma das igrejas e agendar todos os atendimentos. Ao carimbar o passaporte nos seis pontos de apoio da Rota, o peregrino recebe, ao final, o certificado e uma lembrança especial dos Caminhos Franciscanos. (Fonte e fotos: Sebrae Minas)

Caminhantes na Rota Caminhos Franciscanos
Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Visitadas

Topo