Política

PF tem relatório do TSE: hacker entrou no Código Fonte das urnas eletrônicas

Publicado em

O presidente Jair Bolsonaro finalmente deu um “xeque mate” no ministro Luís Roberto Barroso, do TSE. Utilizando um relatório do próprio Tribunal Superior Eleitoral, que se encontra anexado a um inquérito da Polícia Federal, o chefe da Nação falou ao programa “Os Pingos nos Is”, da Rádio Jovem Pan, na noite de ontem (04/08/21). Com leitura do deputado Filipe Barros, ele apresentou o relatório oficial.
Do documento do TSE, consta a certificação de invasão do sistema eletrônico das máquinas de votação por um hacker, de abril a novembro de 2018. Segundo o documento, o invasor teria obtido acesso inclusive ao “Código Fonte” do sistema, onde poderia ter alterado os dados eleitorais. Com a alteração no “Código Fonte”, as informações passadas a todas as urnas eletrônicas estariam comprometidas, podendo ter mudado a digitação do número clicado pelo eleitor, quer modificando-o para transformá-lo em outro número, quer anulando o voto endereçado a um determinado candidato, numa gigantesca fraude eleitoral.
O relatório fala em intervenção nas eleições numa pequena e desconhecida cidade do Rio de Janeiro. Daí, a conclusão de que todo o país pode ter passado por alterações nas votações. E, mesmo que as urnas não tenham sido modificadas, a invasão já prova que o sistema não é seguro e pode, sim, ser alterado.
A revelação joga por terra não apenas a defesa que o ministro Barroso faz do atual sistema de votação, como liquida as pretensões dele e de Alexandre de Moraes de processar Bolsonaro por divulgação de mentiras (“fake”). Segundo o presidente da República, o mentiroso seria o Barroso. (Fonte: Jair Bolsonaro – Foto: Money Times )

Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Visitadas

Topo