Política

Presidente da Câmara de Teófilo Otôni fala ao prefeito: “Eu não sou seu empregado”

Publicado em
Filipe Costa, presidente da Câmara Municipal de Teófilo Otôni

“Prefeito, eu não sou seu empregado. Eu não devo satisfação do meu trabalho ao senhor. O senhor terá que me engolir até 31 de dezembro deste ano.” Estas são palavras do presidente da Câmara Municipal de Teófilo Otôni-MG, Filipe Costa, dirigidas ao prefeito Daniel Sucupira na noite de ontem (04/05/20), durante sessão ordinária da casa.

O pronunciamento, que está contido em um vídeo veiculado nas redes sociais, começa com o chefe do Legislativo Municipal dizendo: “Gostaria de tecer algumas palavras referentes a essa última entrevista do prefeito. (…) Um disparate enorme, enorme. Dedeu o apelidou de uma forma muita acertada: Pinóquio. E é muito acertada. O Daniel Sucupira, à época em que esteve vereador, infernizou o mandato do ex-prefeito de Getúlio Neiva” – afirmou.

Em seguida, tece elogios à administração e à pessoa de Getúlio Neiva, e prossegue: “Nós fazemos o nosso papel: fiscalizamos, e continuaremos fiscalizando.”

Prosseguindo, Costa garantiu: “Cumprirei fielmente o trabalho que me foi confiado pela população de Teófilo Otôni; denunciarei as atrocidades administrativas que o senhor vem praticando; isso é de notório conhecimento da população.”

Sobre o Coronavírus, ele acusa: “A situação do Covid-19 está no Brasil desde o final de janeiro, e o senhor não tem um fluxo definido, não tem um plano de ação definido, e parece que Teófilo Otôni é só situação de Covid. Ele já faz nada referente ao Covid. Tanto que as infecções partiram das instituições hospitalares geridas pelo próprio município. Tudo está inacabado. Será que, hoje, pacientes que devam ir para o Bom Samaritano podem ir para o Bom Samaritano? Eu acredito que não. Eu acredito que não. Não tem uma rede definida. Ficou mais de um mês tentando contratar leitos junto a algumas entidades hospitalares. Isso é um absurdo. Na farmária Popular, por exemplo, está faltando – aquela farmácia do município – está faltando a dieta líquida para aqueles pacientes que precisam dela. Não está tendo, Assis. E esse prefeito vem criticar a atuação desta Câmara, a atuação destes vereadores.”

Encerrando, o presidente da Câmara Municipal de Teófilo Otôni foi contundente: “O senhor terá que me engolir. Cumprirei o meu papel independentemente se o senhor e os seus puxa-sacos gostarão ou não. Terá que me engolir até 31 de dezembro, se Deus quiser. E farei o meu trabalho de uma forma que, ao meu ver, está sendo bem feita, independente e sem rabo preso com ninguém. Não tenho rabo preso com o senhor e com ninguém. Não tenho e nunca tive nada com o senhor. Então, fique no seu quadrado e aguente a fiscalização da Câmara.”(Fonte: Filipe Costa – Foto: Instagram/Reprodução)

Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Visitadas

Topo