Social

Região perde Levy Pinheiro Cangussu

Publicado em
Levy Pinheiro Cangussu

As cidades de Carlos Chagas e Pavão (no Vale do Mucuri,  Minas Gerais) e região perderam um dos seus maiores baluartes. Faleceu Levy Pinheiro Cangussu, patriarca regional da Família Cangussu. O óbito  aconteceu no Hospital Mater Dei, em Belo Horizonte, às 20h15 do último dia 23 (10/21), sábado. “Não houve sofrimento, sem agitação, fez uma passagem com tranquilidade, como se estivesse dormindo” –  informou o médico Dr. Anselmo, daquela casa de saúde.

Um velório foi realizado, no dia 24, no Cemitério Renascer, em Belo Horizonte. Em seguida, o corpo foi removido para Carlos Chagas, onde em novo velório, à noite, recebeu a visitação de parentes e amigos.

Hoje, Levy Pinheiro Cangussu foi levado para a Vila Levy, região das Capoeiras, onde, às 16h, foi sepultado.

Natural de Espinosa (Norte de Minas), contava 93 anos de idade ao falecer. Veio para Pavão e Carlos Chagas trazido pelos pais Belarmino Pinheiro Cangussu/Joana ainda jovem, numa das levas de migrantes que juntaram também os Gonçalves de Souza, os Dantas e os Almeida em busca de novas oportunidades. Levy soube aproveitá-las a contento.

Ele deixa a viúva Joanira Alves Pinheiro, oito filhos biológicos, duas filhas adotivas, 23 netos e 14 bisnetos.

DE TROPEIRO A EMPREENDEDOR

Não há grandes diferenças entre um tropeiro e um empreendedor. No âmbito da Economia, Levy Pinheiro Cangussu  foi os dois com sucesso. Os incipientes Vales do Mucuri e do Jequitinhonha foram testemunhas dos bons serviços prestados por esse que foi um dos primeiros responsáveis pelo transporte de cargas na região. Posteriormente, migrou para o setor ruralista. Prosseguindo, ampliou suas atividades com empreendimentos de porte em outras áreas, sendo um dos responsáveis pela DEGAL – Usina de Álcool Gavião Ltda. Também empreendeu com a SOPEC, indústria voltada para a suplementação alimentar de animais de grande porte (vacuns, cavalares e muares).

Fazendeiro de sucesso na região, empreendeu também nos Estados do Pará e do Maranhão, onde dezenas de famílias dos Pinheiro e dos Cangussu iniciaram e consolidaram iniciativas bem sucedidas.

Na política, foi vereador à Câmara Municipal de Carlos Chagas, prestando apoio e serviços a diversas comunidades.

Levy Pinheiro Cangussu é insubstituível, mas seus filhos estão sabendo preencher diversos vazios deixados.

AMADO NA FAMÍLIA

Levy Pinheiro Cangussu foi amado por todos que o conheceram. Na Família, era um exemplo.  Sua nora Gláucia Nacur Cangussu, esposa do professor  Mauroni Cangussu, escreveu o texto que se segue:

“Levy Cangussu, uma constelação de bondade, subiu ao céu. Sua sabedoria não vinha  das letras, pois a vida não lhe proporcionou tal feito. No entanto, todos éramos atentos aos seus ensinamentos!!!

Era um empreendedor nato. Começou  como humilde comerciante tropeiro, que, com trabalho, coragem e determinação, criou  uma grande família e contribuiu  para desenvolvimento de uma pecuária sustentável na Fazenda Palestina, desafiando e derrubando preconceitos arraigados no meio rural.

Siga nos vigiando e nos abençoando, meu querido! Saudades, saudades…” (Fonte e fotos: Mauroni Cangussu)

Levy, com a esposa Joanira e o filho Mauroni
Levy, Joanira e netos
Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Visitadas

Topo