Economia

STF quer gastar R$ 1,8 milhão em cortinas

Publicado em

O Supremo Tribunal Federal – STF – irá gastar cerca de R$1,8 milhão em cortinas motorizadas (de tela solar e de blecaute). Este valor, segundo notícia divulgada pela ong Change, já foi previsto no Orçamento Geral da União de 2020!

“Ora, repudiamos tais valores e orçamentos para obras magnânimas e desnecessárias em tal complexidade e tecnologia, a nosso ver, e que não condizem com a realidade em um país que volta a ser miserável, em que a pandemia mundial do coronavírus também nos assola e que nos pede a todos um controle financeiro forçado, deixando a maioria assalariada da população sem verbas para quitar seus gastos obrigatórios mensais (lembrando que, agora, o governo, inclusive, criou o auxílio emergencial justamente à conta disso)” – diz a Change.

E reivindica: “Pedimos que o STF renuncie a esses gastos e que os cancele.E, se possível, demova a verba restante para outros gastos mais necessários a partir de 2021. Futuramente, caso volte a querer trocar as cortinas (e outros itens), que antes faça um exercício de conscientização e veja se há realmente tal necessidade; e caso a haja, que as troque por mais baratas e mais simples, de acordo com a realidade sistemática de toda a população e o PIB brasileiros. Este é o desejo da população, para o qual o STF trabalha e se empenha! Assim, contamos com o aceite deste pedido que ora fazemos, a que não mais acarrete uma substancial carência erária dos cofres públicos (verbas as quais, todos sabemos, advêm de nossos impostos em conjunto).” (Fonte: Change/(https://www.cnnbrasil.com.br/politica/2020/04/08/stf-pode-gastar-r-1-8-milhao-em-cortinas-motorizadas e https://pleno.news/economia/stf-ignora-crise-e-quer-gastar-r-18-milhao-em-cortinas.html?utm_source=Social&utm_medium=facebook&fbclid=IwAR38HfISUloVFEG_zKYBcgsfcFM85eDohHL3aB0kG6eUU1nkC0z96jbHd7A – Foto: Dreamstime/Reprodução)

Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Visitadas

Topo