Cultura

Sudeste: tendência do clima para a primavera

Publicado em
No Sudeste, a temperatura pode ficar abaixo do normal, com chuvas

A primavera de 2020 começou às 10h31 de hoje (22/09/20), horário de Brasília, e prosseguirá até às 7h02 (Brasília) do dia 21 de dezembro.

Em quase todo o Brasil, a primavera é uma estação de transição do clima seco e frio do inverno para o clima quente e úmido do verão. A palavra primavera vem do latim primo vere, que pode ser entendida como o “primeiro verão”.

Primavera significa aumento da chuva e do calor para a maioria das áreas do Brasil, mas, em quase todo o Nordeste, é a estação do calor intenso e da seca. A porção norte da Região Norte tem pouca chuva durante grande parte da primavera.

PRIMAVERA COM LA NIÑA

Desde o começo de setembro de 2020, as águas do oceano Pacífico Equatorial Leste estão com temperatura abaixo da média. É este resfriamento que caracteriza o fenômeno oceânico-atmosférico La Niña que, como o El Niño (aquecimento acima do normal do Pacífico Equatorial Leste), modifica o padrão de chuva e de temperatura em diversas regiões do planeta.

A expectativa é de que este evento La Niña seja fraco e de curta duração.

REGIÃO SUDESTE

No Sudeste do Brasil, não se pode estabelecer uma relação direta do fenômeno La Niña com a precipitação sobre a Região. A maior influência é na temperatura, que tende a ficar um pouco abaixo do normal.

Em outubro, a chuva privilegia São Paulo. Contudo, a previsão é de que ocorram convergências de ventos forçando maior concentração de umidade sobre Minas Gerais, Rio de Janeiro e Espírito Santo, facilitando aí a ocorrência de chuva mais frequente e volumosa em novembro e dezembro. (Fonte: Ângela Ruiz/Assessoria de Comunicação da Climatempo – Foto: palavra-chave/Reprodução)

Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Visitadas

Topo