Cidade e Região

Teófilo Otôni pode ter ferrovia

Publicado em
EFJK pode redimir a região

Teófilo Otôni e mais 27 municípios mineiros podem vir a ser atendidos pela EFJK – Estrada de Ferro Juscelino Kubitscheck -, que objetiva a que ligar Brasília a Barra de São Francisco (ES). A implantação do projeto depende de autorização ferroviária do governo federal à proposta apresentada no último dia 16 (09/21) ao Ministério de Infraestrutura –MInfra – pela empresa Petrocity Portos S.A.

Os demais municípios mineiros a serem cortados pela ferrovia são: Ataléia, Franciscópolis, Itambacuri, Malacheta, Arinos, Berilo, Buritizeiro, Chapada do Norte, Claro dos Poções, Cristália, Francisco Sá, Grão Mogol, Ibiaí, Jequitaí, José Gonçalves de Minas, Lagoa dos Patos, Leme do Prado, Minas Novas, Montes Claros, Ponto Chique, Riachinho, Santa Fé de Minas, Setubinha, São João da Lagoa, São Romão, Unaí e Urucuia.

A pretensão da empresa, que tem atuação no setor portuário, é realizar um investimento de R$ 13,5 bilhões na construção dos novos trilhos e mais R$ 700 milhões na manutenção de seis unidades de Transbordo e Armazenamento de Cargas (UTACs). O total do investimento chegaria a R$ 14,22 bilhões.

O pedido da Petrocity está em análise e avaliação pela Secretaria Nacional de Transportes Terrestres (SNTT).

Enquanto isso, a tão falada Estrada de Ferro Bahia-Minas continua sendo apenas uma conversa fiada de políticos em busca de prestígio e votos. (Fonte: – Foto : Agência Brasil – EBC)

Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Visitadas

Topo