Saúde e Beleza

Tumor raro: Câncer de Adrenal

Publicado em

Extrato de artigo do

Dr. Marco Aurélio Lipay (Doutor em Cirurgia – Urologia, titular em Urologia pela Sociedade Brasileira de Urologia, membro correspondente da Associação Americana e Latino Americana de Urologia e aautor do Livro “Genética Oncológica Aplicada à Urologia”)

O Câncer de Adrenal ou Suprarrenal é um tumor raro, com incidência anual de 2 casos/1.000.000 habitantes (0,02% de todas as neoplasias; 0,2% dos óbitos por câncer). Incide em ambos os sexos, com predomínio em três fases da vida: em crianças de 1 e 2 anos; na faixa etária entre 7 e 16 anos e, mais comumente, em adultos na 5ª década de vida. A causa do câncer de adrenal não é conhecida e os fatores de risco não são precisos; portanto, não é possível fazer o rastreamento da doença.É na região do córtex que a maioria dos tumores de adrenal se desenvolve.

Os tumores da adrenal, na região medular, podem ser benignos (feocromocitomas) ou malignos (neuroblastomas), enquanto na porção cortical, os tumores benignos são conhecidos como adenomas, e os malignos são denominados de carcinomas.

Os sinais e sintomas dos tumores na região cortical da adrenal estão relacionados ao descontrole na produção de hormônios (andrógeno ou estrogênio). Em meninos, pode-se observar o crescimento excessivo de pêlos em face, púbis e axila. Os hormônios masculinos podem desenvolver precocemente o pênis em meninos ou o clitóris em meninas. Nas meninas, podem desencadear o desenvolvimento dos seios e aparecimento de ciclos menstruais. Tumores produtores de estrogênio também podem aumentar os seios em meninos. Nos adultos, esses sintomas são menos perceptíveis, considerando que os pacientes já passaram pela puberdade e têm caracteres sexuais definidos, exceto quando produzem em excesso o hormônio do sexo oposto.

Os níveis excessivos de cortisol podem desencadear a Síndrome de Cushing e os possíveis sinais e sintomas são:

– ganho de peso, com alargamento da região cervical, abdômen e na área das bochechas (face da lua); estrias roxas no abdômen; crescimento excessivo do cabelo no rosto, braços, peito e nas costas das mulheres; irregularidades menstruais; ffraqueza e perda de massa muscular nas pernas; depressão e/ou mau humor; ossos enfraquecidos (osteoporose), que podem levar a fraturas; altos níveis de açúcar no sangue, muitas vezes levando ao diabetes; pressão alta.

Os principais sinais e sintomas causados por tumores de adrenal produtores de Aldosterona são:

– pressão alta; fraqueza; cãibras musculares; baixos níveis de potássio no sangue.

A maioria dos cânceres de córtex adrenal não são herdados, são esporádicos, mas alguns são causados por um defeito genético (em até 15%). Essa situação é mais comum em cânceres de suprarrenais em crianças.

Confirmado o diagnóstico, indica-se o tratamento, que inclui uma ou mais modalidades terapêuticas: cirurgia, radioterapia e/ou quimioterapia. Quando os tumores são encontrados precocemente há chances de cura, mas se o câncer se espalhou por áreas além da glândula adrenal, a cura torna-se pouco provável. (Foto: tuasaúde.com/Reprodução)

Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Visitadas

Topo