Saúde e Beleza

UFMG pesquisa duas das mais promissoras vacinas contra o Coronavírus

Publicado em

Duas vacinas que estão sendo desenvolvidas pela UFMG – Universidade Federal de Minas Gerais – contra o Coronavírus encontram-se entre as mais promissoras do mundo, segundo a OMS – Organização Mundial de Saúde. E são as únicas do Brasil relacionadas pela entidade global. Contudo, ainda se encontram em “testes de bancada”. Clinicamente, os testes só deverão ocorrer no final de 2021.

Tratam-se, portanto, de vacinas para prevenção de uma possível segunda onda em massa da terível doença.

As pesquisas da UFMG estão sendo realizadas no CTVacinas (do ICB – Instituto de Ciências Biológicas -, em Belo Horizonte) – e no Instituto do Coração (São Paulo). Os trabalhos são desenvolvidos em conjunto com a Fiocruz

Uma vacina passa pela seguintes etapas: desenvolvimento (de quatro a seis meses), pré-teste em animais (aproximadamente um ano) e clínica em pessoas (que pode se estender por até mais de quatro anos). (Fonte: Estado de Minas – Foto: IStock)

Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Visitadas

Topo