Política

Vaza Jato: inquérito dos raquers está concluído

Publicado em
Ministro Sérgio Moro, raqueado

A Polícia Federal indiciou Danilo Cristiano Marques, Gustavo Elias Santos, Thiago Eliezer Martins Santos e Walter Delgatti Neto pelos crimes de associação criminosa, invasão de dispositivos telemáticos e interceptações. Eles são os raquers que invadiram e roubaram mensagens de celular de autoridades da República e integrantes da Operação Lava-Jato. Na sequência, a PF deverá apresentar denúncia contra os acusados.

Os acusados estão no inquérito que, desde junho último, investiga a sua participação na ação que raqueou as contas do ministro da Justiça Sérgio Moro e outras autoridades no aplicativo Telegram.

Um quinto elemento, Luiz Henrique Molição, fez delação premiada e disse que os ataques eram feitos por meio de um celular clandestino, entregue aos investigadores, e que o seu parceiro de crime (Delgatti) tentou vender as mensagens roubadas, mas não teve sucesso. Ele denunciou mais três nomes, um deles com ligação com Antônio Palocci, ex-ministro. Entre as mais de 80 vítimas dos raquers, encontram-se ministros de Estado, parlamentares, filhos do presidente Jair Bolsonaro, membros do Judiciário e celebridades. (Foto: Reprodução)

Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Visitadas

Topo